segunda-feira, 25 de setembro de 2017
Home / Notícias / Brasil / Jovem de Canoas se suicida e deixa carta no Facebook antes de cometer o ato

Jovem de Canoas se suicida e deixa carta no Facebook antes de cometer o ato

Você vai ler agora um dos relatos mais tristes e impactantes envolvendo a depressão.
Essa doença terrível e silenciosa, que vai corroendo a alma, lenta e terrivelmente.

Trata-se de um acontecimento lamentável envolvendo uma jovem de Canoas. Famílias que foram destruídas e uma bela jovem que perdeu a vida por não suportar o peso.
Depressão não é brincadeira.

Patrícia Santiago era dona de uma pequena loja em Canoas, ela cometeu suicídio na tarde de ontem segunda-feira, (14).
Antes de consumar o ato porém, Patrícia escreveu uma carta no FACEBOOK.

Na carta, ela relata o motivo que a levou a cometer esse ato de desespero e culpa um casal de arquitetos por isso.
Ela descreve em detalhes como teve o sonho de montar sua loja destruído pela insensibilidade do casal de arquitetos, que segundo ela não teriam cumprido o que haviam combinado.

Patricia não teria suportado ver seu sonho ser destruído, quando tentou confrontar o arquiteto contratado, cobrando pelo que havia pago. Segundo ela, os materiais estavam errados, nada do que estava sendo instalado era o que ela queria e havia acordado.

Ela é bastante clara quando aponta o motivo que a levou a cometer suicídio.
Ela também conta em sua carta que todo esse constrangimento e estresse com a loja a deixou com depressão e que ela não tinha mais vontade de nada, já não comia, não dormia direito e sua única vontade era de chorar.

Disse que se sentia no fundo do poço e que acreditava que estaria “partindo dessa para uma melhor”, e que seria recebida por Deus, e por anjos que iriam acalmá-la.
Ela pediu perdão à mãe e ao marido e também citou alguns outros familiares, disse que se sentia fraca e envergonhada, mas que essa era sua vontade e que ela esperava ser bem acolhida onde chegasse, pois se considerava uma boa pessoa.

Patrícia faz também deixou registrado que  “depressão não é brincadeira”, e que só agora passando por isso ela entendia que era uma doença real e terrível.
No final da carta que ela escreveu e deixou no facebook, ela afirma que nada basta dar conselhos, e que as pessoas deveriam ter ficado ao lado dela, lhe dando mais atenção, mas que na verdade ninguém se importaria de verdade com ninguém.

Clique aqui para ler a carta de Patrícia na íntegra:

 

Teu comentário é muito importante

comentários

Sobre Adriano Rodrigues

Adriano Rodrigues

Leia Também

Homem se irrita com demora no atendimento, e atira contra clientes em açougue

O título parece absurdo, e realmente é. No entanto, esse fato grotesco aconteceu, infelizmente. Um …

Forças Armadas sofrem corte de 44% dos recursos: colapso a vista

Sem dinheiro para a conta de luz… Em meio à discussão da mudança da meta …

Share This
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.
X