Lígia Rosso
Notícia em Destaque

Tantas Dúvidas…

Ninguém escapa delas, cedo ou tarde, surgem dúvidas!

Difícil escolher sobre quais percepções escrever…Tantas coisas acontecendo comigo, com meus familiares e amigos mais próximos, que eu simplesmente me perdi em mim mesma, muitas vezes, absorvida em meus próprios pensamentos tagarelas! E foi assim na dúvida, que resolvi escrever sobre este sentimento tão presente em nossas vidas: nossos questionamentos inquietantes que precisam de respostas agradáveis e imediatas. O mundo conectado não tem muita paciência com as dúvidas e sempre tem alguém pra indicar ‘procura no google’. Mas, tem coisas que não existem em nenhum outro lugar desse mundo a não ser no coração de cada um.

Valores pessoais, sentimentos de carinho e acolhida justamente nos momentos duvidosos são bases firmes para a construção de uma pessoa confiável e amável, diferenciais no mundo caótico em que vivemos. É ótimo que existam dúvidas, pois elas são a motivação necessária para a busca constante de todos nós, seja no âmbito profissional e/ou pessoal.

Duvido de quem não tem dúvidas. Duvido de quem tem muitas dúvidas. Duvido de quem sorri com os lábios, mas não sorri com o coração. Duvido que sua persistência seja tão grande quanto suas dúvidas entre esperar na fila ou seguir viagem por outros rumos. Compartilho minhas dúvidas com o mundo e saio da minha bolha de proteção prestes a duvidar um pouco mais, para que minha estrada não se encerre em si e eu consiga deixar mais questionamentos do que soluções como herança para quem gosta de pensar.

E nesse mar de pontos de interrogação, seguimos o curso da vida, ajustando as velas do nosso barco de acordo com esses ventos duvidosos, porém, constantes. Pergunto-me o porquê de algumas coisas que nos acontecem e meus porquês ficam suspensos no ar por alguns segundos, sumindo no vazio das dúvidas que ficaram espalhadas, esperando, talvez, um convite para serem solucionadas. Para você, estimado leitor desta coluna, eu desejo perguntas e soluções, dúvidas que edificam e não aquelas que nos fazem sentir ainda mais duvidosos… Forte abraço e boa leitura!

39Shares
Leia também
Fechar
Botão Voltar ao topo