Lígia Rosso
Notícia em Destaque

Refletir é preciso…

é incrível como catástrofes, tragédias e notícias ruins se propagam rapidamente e, tal qual um vírus doentio, acabam contaminando não o corpo, mas a mente e a alma de quem se deixa atingir

Precisamos refletir sobre o que observamos ao nosso redor: é incrível como catástrofes, tragédias e notícias ruins se propagam rapidamente e, tal qual um vírus doentio, acabam contaminando não o corpo, mas a mente e a alma de quem se deixa atingir.

Talvez as dificuldades que estão surgindo em termos climáticos, econômicos e políticos no mundo inteiro, sejam uma oportunidade para cada um de nós repensarmos a nossa postura como seres humanos e espirituais nessa vida terrena.

Talvez todo esse caos seja necessário para que possamos perceber nossos erros – conosco e com os outros – tentando tornar o mundo melhor para todos.

Talvez tudo isso seja um chamado interno, que soará em nossos corações, pedindo a cada um de nós uma visão de mais amor, espiritualidade e fraternidade! O fim é sempre um começo e vice-versa. Nascemos e morremos todos os dias e nem nos damos por conta disso.

A dinâmica da vida é justamente essa bela capacidade de ressurgir, cada vez mais fortalecido, das perdas e ganhos, das alegrias e das tristezas que encontramos pelo caminho.

Acredito que, ao invés de desperdiçarmos tempo ansiosos com o futuro, devemos prestar mais atenção no maior presente: o tempo de agora, nesse exato momento.

Devemos falar de nosso amor para aqueles que são importantes pra nós, transformar o que precisa ser transformado, devemos fazer o que precisa ser feito e agir no hoje para podermos sonhar com um futuro melhor para todos!

Acima de tudo, nesses tempos caóticos, precisamos ter muita fé – seja da forma que for, desde que seja para o BEM MAIOR! Sem fé verdadeira e amor, as coisas ficarão complicadas mesmo. Precisamos manter o coração e a mente abertos para fazê-lo valer a pena!

37Shares
Leia também
Fechar
Botão Voltar ao topo